Esta logo precisa do Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 
 
Kuvasz Rio left
Galeria de fotos do Canil Kuvasz Rio
VOCE QUER UM KUVASZ?
Antes de pensar em adquirir um cão, seja ele um Kuvasz ou não, leia atentamente sobre suas características, seu temperamento e tudo mais, para ter certeza que é a raça que você procura!

Reserve seu fillhote

Filhote do Kuvasz Rio

Kuvasz no Pastoreio

O Kuvasz como Protetor de Rebanho

Minha criação visa, especificamente, a guarda residencial e familiar. Poucos filhotes do Kuvasz Rio são utilizados nesta função. Porém, como amante da raça, sendo esta sua função histórica, e, também, sendo exatamente em conseqüência desta função que o Kuvasz realiza há séculos que temos o maravilhoso cão de guarda de nossas casas e famílias, é um dever dedicar um espaço de nosso site para este assunto.

A utilização de cães para proteger rebanhos é relativamente nova na América do Norte e quase inexistente na América do Sul. Mas, ela continua a prosperar em muitas partes da Europa. A Romênia, por exemplo, tem uma das maiores populações de ursos e lobos da Europa e é, também, uma grande produtora de ovinos. Perdas de ovinos são mínimas e não é considerado um problema, em grande parte devido ao uso tradicional dos cães protetores de rebanho.

O uso de cães protetores de rebanho na América do Norte recebeu um grande impulso em meados da década de 1970, quando Ray e Lorna Coppinger começaram a investigar seriamente a eficácia destes animais para reduzir a predação. Eles iniciaram o “Livestock Guard Dog Project” no Hampshire College em Amherst, Massachusetts, trabalhando com muitos cães de diversas raças provenientes da Europa.

Eles colocaram cães com fazendeiros que puderam verificar a eficácia dos cães. Os cães provaram ser muito bem sucedidos na redução das perdas e, conseqüentemente, seu programa expandiu-se consideravelmente. Eles formaram o “Livestock Guard Dog Association”, que mantém um registro ativo do trabalho dos cães e os dados de desempenho. O Kuvasz é uma das 12 raças atualmente utilizadas para tais fins. Eles obtiveram tanto sucesso, que o programa se expandiu internacionalmente e, desde então, seus cães e/ou suas informações estão sendo usados na Argentina, Namíbia, Eslováquia, Inglaterra, Itália, Canadá e Suíça. O regresso dos cães à Europa pode parecer estranho, mas, várias áreas da Europa tinham perdido esse tradicional uso dos cães.

O sucesso do trabalho da Hampshire College no leste dos Estados Unidos é complementado por um programa semelhante feito pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Eles agora estimam que mais de 50% dos criadores de ovelhas no centro-oeste e oeste estão a utilizar cães protetores de rebanho. Os cães não são infalíveis, mas os resultados têm sido impressionantes.

Todas as raças desse grupo são eficazes se introduzidos no rebanho em uma idade precoce. Embora a taxa de sucesso entre as raças não diferirem entre si, houve, no entanto, algumas diferenças comportamentais em grau de agressividade para com pessoas estranhas, sendo o Grande Pirineus a raça menos agressiva nestas situações. O Grande Pirineus também tende a amadurecer mais rápido do que as outras raças deste grupo.

Obtendo um Kuvasz para proteção de rebanho

Muitos acreditam que para se obter um bom cão de trabalho, é necessário que seja filhote de um cão igualmente de trabalho.  Afinal, sendo os pais comprovadamente eficientes, a genética fará o resto.

No entanto, os instintos básicos de cão de guarda podem ser, efetivamente, canalizados para guarda, seja de rebanhos, seja de residências. I

sto é uma verdade para o Kuvasz, Komondor, Grandes Pirineus etc.

Nem todos os criadores vivem em fazendas e têm rebanhos para que seus cães possam proteger. Mas, se são criados dentro de suas características de guarda, os cães rapidamente aplicarão seus  instintos bem desenvolvidos para proteger o que eles for confiado.

Por outro lado, nem todos os filhotes de pais eficazes no trabalho serão bem sucedidos como guardiões de rebanho.

É muito importante que você conheça o correto temperamento da raça e visite canis dedicados à preservação do patrimônio de trabalho da raça que é a de proteção e guarda. Ver os pais, julgar o seu caráter e pedir referências. Procure falar com algum ou alguns proprietários de filhotes do Canil para saber as características dos filhotes.   O resto é com você. Canalize corretamente os instintos de guardião de seu filhote.

O Kuvasz é considerado como cão principalmente de defesa. Ele é um guarda sensato e é totalmente confiável e seguro com o rebanho. Sua inteligência, independência e bom senso como um guardião faz dele uma proteção ideal para o rebanho. Ele tem sido utilizado com sucesso para guardar ovinos, bovinos, eqüinos e outros tipos de animais. Ele faz isso há séculos e são essas mesmas qualidades que fazem dele um excelente guardião de sua propriedade e de sua família.

Um mínimo de dois cães (quanto maior o número, melhor) é necessário, já que agem como uma equipe quando confrontados com predadores. No Brasil, segundo informações de fazendeiros que nos procuram, as maiores perdas de ovinos são para cães vadios. Perda de ovinos para estes predadores podem ser substanciais e muito dispendiosas.

Em lugares onde ainda existem grandes predadores, os fazendeiros apelam para o abate desses predadores. Felizmente, mais e mais pessoas estão redescobrindo o cão protetor de rebanho. Em vários lugares, com na África do Sul, cães estão sendo usados para proteger não só os rebanhos como, também, os próprios predadores, neste caso, os Guepardos. Normalmente, basta a presença dos cães para que os predadores não se aproximem. Além disto, a partir de uma perspectiva histórica e ecocêntrica, predadores têm todo o direito de conviver com a gente. Isso significa que temos de encontrar abordagens para a gestão ecologicamente sensíveis predador-pecuária, interações estas que não resultem automaticamente na morte de predadores. Precisamos de técnicas eficazes para desencorajar os predadores e, ao mesmo tempo, temos de aprender a tolerância a coexistir com eles.

Desta forma, os cães representam uma solução ideal para um velho problema. Os cães avisam aos predadores ou a humanos mal intencionados que as ovelhas (ou outros animais) não são mais presas fáceis, forçando-os a utilizar as suas presas naturais. Basta um infeliz encontro entre os cães e os predadores para que eles recebam a mensagem. A própria presença e/ou o cheiro dos cães muitas das vezes já é o suficiente para desencorajar, ou, pelo menos, minimizar qualquer novo ataque. O resultado significa menos perdas em animais dos dois lados. Esta não é uma solução de alta tecnologia, mas é eficaz e é ecologicamente correta.

Já no caso mais comum no Brasil, ou seja, cães vadios, me permita lhe dizer que estes terão que estar muito desesperados para tentar invadir uma propriedade guardada por Kuvasok...

O Kuvasz é abençoado com grande inteligência e independência de espírito, sendo esperado que possuam bom senso na interpretação de ameaças reais. Eles têm a característica de pensar por si próprios com pouco ou nenhum contato humano durante suas funções de trabalho.

Esta é uma característica essencial no comportamento da raça e deve ser preservada. Isto não significa que eles não sejam dedicados a sua família humana. O Kuvasz, apesar de formar laços muito fortes com sua família, ainda mantém um forte sentido de independência e dignidade.

A raça é poderosamente construída, rápida, ágil e com notável coragem no ataque. O que ele não têm em tamanho (algumas outras raças, como os Grandes Pirineus e Akbash, têm o limite máximo de altura um pouco maior, cerca de 80 cm na cernelha, contra 76 do Kuvasz), eles compensam com agilidade, velocidade e ousadia no ataque. Como afirmado por Sarkany e Oscag (1987), autoridades húngaras da raça: "Para realizar o seu trabalho, o Kuvasz necessita de um excelente olfato, poderosos dentes, ânsia em atacar, nunca esmorecer na coragem e, acima de tudo, como o aço, músculos... Eles tiveram de vencer a luta com o lobo, então eles tiveram de superar seu adversário na agilidade e rapidez.

A chave é manter a boa compleição física e a solidez da raça. Quando você tem isso, o Kuvasz, ou qualquer um dos guardiões de rebanho, vai aplicar os seus bem desenvolvidos instintos para a proteção de seu rebanho, assim como de sua família e de sua propriedade.

Características de um bom cão protetor de rebanho

Bons guardiões de rebanho não são cães super ativos. Eles são, normalmente, muito calmos e tranqüilos. Eles serão freqüentemente vistos andando calmamente ao redor do perímetro do rebanho ou em repouso em algum ponto estratégico, lugar de onde possam vistoriar o rebanho e o território a ele confiados. Sua conduta calma contrasta com os elevados níveis de atividade dos cães pastores condutores de rebanho. Seu dever é simplesmente o de proteger. Eles tipicamente marcam seu território, deixando que os possíveis predadores saibam que ele está ali.

Caso “sinta” a presença de alguma ameaça, eles irão “soar o alarme”, latindo para permitir que o invasor saiba que ali tem um grande e poderoso cão que não aceita que invadam seu território. Se isso falhar e o invasor adentrar no território protegido, parte para  o ataque. Esse método dá ao intruso chance de escapar antes que qualquer confronto físico ocorra e tem sido notavelmente eficaz há milênios.

Um bom guardião de rebanho é muito gentil com os animais sob os seus cuidados e tem um forte instinto protetor em relação a todos os animais (ou pessoas) a ele confiado. Isto é creditado a um extremamente forte instinto paterno e materno que os acompanha por milênios. Eles freqüentemente têm instintos muito fortes para proteger os animais jovens (e crianças, conseqüentemente), e existem vários relatos e fotos de jovens cadelas amamentando bezerros ou cordeiros, ou a tentativa de limpar cordeiros recém-nascidos. Uma das maiores características de um guardião de rebanho é a gentileza. A orelhas caídas e a expressão suave, obtém serenidade entre os animais em seu cargo. Contrasta esta expressão "suave" com a características  de muitos cães condutores de rebanho, com suas orelhas eretas, que tendem a se assemelhar com os predadores.

Ovinos reagem nervosamente a estas raças, enquanto se mostram calmos com o protetores de rebanho.

Quantos cães são necessários?

O tamanho do rebanho, o tipo e a intensidade de predação, a natureza das pastagens etc., serão os fatores para a decisão. Pequenos rebanhos (50-100), em pastagens vedadas podem ser efetivamente atendidos por um cão, apesar de ser sempre recomendado o mínimo de dois, como já dito. Se você tem um grande rebanho com muitos problemas predação, provavelmente você vai precisar de mais de dois cães. Um cão não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Vários cães, trabalhando em conjunto como uma equipe, são muito mais bem sucedidos em lidar com grandes predadores como o urso, lobo, puma, e, no nosso caso, onças ou grupos de cães vadios.

Os cães escolhidos para esta função devem, naturalmente, ficar com o rebanho dia e noite. Ele deve se sentir como membro do mesmo.

Apesar de ser esta a função histórica do Kuvasz, é justamente por esta razão que não crio com este objetivo. Prefiro que nossos filhotes façam parte do nosso rebanho, ou seja, de nossa família.

Página inicial do Kuvasz Rio

FILHOTES
DISPONÍVEIS!

Akira do Kuvasz Rio

RESERVE AQUI!


CANIL KUVASZ RIO


PARCELE EM ATÉ 24X IGUAIS


Kuvasz Alimentação

Canil Kuvasz Rio indica a Total Alimentos!


O Kuvasz Rio tem nojo de quem maltrata um animal! Denuncie!

Maltratar animais é crime, DENUNCIE!


Indique o Canil Kuvasz Rio!

Pessoas on line no Kuvasz Rio

Kuvasz Rio Suporte

Canil Kuvasz Rio © 2006 • By Atila Gandra